terça-feira, março 11, 2008

Pare o mundo que eu quero descer...

Ontem a noite vi no jornal noturno, não lembro se no da Grobo ou no do SBesTeira, uma reportagem sobre um casal que vendia filhos.

Até aí, nada demais, a não ser o fato, inexplicável, de essa prática ser crime. Mas daí que mostrou que o casal vendeu o primeiro filho por mil reais e uma cesta básica.

Tipo, eu achei meio que subvalorizado o produto. Porra, são 9 meses de investimento e tals. Mas beleza, as vezes o mercado não estava aquecido ou a oferta era muita e a procura era pouca.

Daí que o casal resolveu vender mais um filho. E receberem, por este, cinco mil reais!!! Dinheirão se comparado ao outro, o problema é que o genial casal resolveu comprar um carro com esse dinheiro.

Já levando em consideração que um carro pode trazer mais gastos que uma criança, imagina eles chegando em casa e o vizinho falando:

- Opa Fulano, carro novo... comprou como?
- Dei o Juquinha de entrada e dividi o restante em 36 meses...

Meu, totalmente sem noção...

Mas, meus caros raros leitores, nada é ruim o suficiente que não possa ser piorado. O casal portador de magnífica inteligência trocou por um Fiat Elba 1987.

Rapaz, pior que isso só comprar Passat 82 amarelo 4 portas ou Escort XR3 1989 Conversível. Tem também quem compra Lada ou Fiat Punto, mas aí já é caso de quem gosta de carro feio.

Cara, comprar um Elba, ainda mais usando o dinheiro da venda de um filho??? É o fim dos tempos. Se tiver andando na rua e ouvir trombetas, pode se ajoelhar e pedir perdão, porque é o mundo que tá acabando.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home